Por que Amsterdam está diretamente ligada ao Fuja do Óbvio?

Oi pessoal,

Lendo algumas notícias recentes, me lembrei muito de quando o Fuja do Óbvio surgiu. Tudo começou pelo simples fato de que nós, os fundadores desse projeto, somos viciados por viagens, mas temos uma atração especial pelos lugares diferentes do senso comum.

A gente sempre reforça que, sim, é importante e indispensável visitar cidades conhecidas e pontos turísticos famosos. Já pensou que desperdício ir até Cancún e não curtir a noite na Coco Bongo ou não passear de barco nas águas azuis do Caribe? Mas, o que gostamos de mostrar aos nossos leitores é que todas as cidades, países e lugares guardam alguns segredos e têm alguns elementos mais desconhecidos e que são muito especiais e merecem ser conhecidos.

Você acha mesmo que Portugal é só Fátima e Lisboa? Vai para a Alemanha e ficará só em Berlim? Não! Tem muita coisa legal para se fazer. E, geralmente, são lugares com menos filas, menos pessoas e mais liberdade para curtir no seu tempo.

E, toda essa introdução foi feita para chegarmos ao assunto desse post: afinal, por que Amsterdam – uma das cidades mais visitadas do mundo – está diretamente ligada ao Fuja do Óbvio? A resposta não é apenas porque estivemos lá em março de 2018 e ficamos completamente apaixonados.

A situação é: desde o dia 3 dezembro do ano passado, a prefeitura da cidade removeu a placa ‘I amsterdam’, um de seus principais pontos turísticos, da Museumplein (Praça dos Museus). O local era quase uma parada obrigatória dos turistas que visitam a cidade. E nós fomos até lá justamente para mostrar o ‘não-charme’ por trás das fotos: dezenas (às vezes, centenas) de pessoas se aglomerando para tirar uma foto.

Resultado de imagem para i amsterdam

Segundo a comissão responsável pelo pedido de retirada, a placa se tornou um símbolo do turismo em massa e do ‘individualismo exagerado’.

Aí, fica a pergunta: com tanta coisa incrível para se fazer em Amsterdam, será que é realmente necessário que todos os turistas se aglomerem em frente a uma mesma placa? Nós vamos produzir um roteiro completo para fugir do óbvio na capital da Holanda e compartilharemos com todos em breve.

Mas, até lá, se você for a Amsterdam, procure se perder pelas ruas charmosas da cidade mais livre da Europa. E vá à Museumplein para, de fato, conhecer os três incríveis museus que estão na região, incluindo o de Van Gogh.

E claro, se você ainda assim quiser uma foto com essa placa – afinal, todo mundo é livre para ser feliz e fazer o que quiser – tem uma versão menor no Aeroporto Schiphol, e a prefeitura de Amsterdam avalia instalar novas unidades em outros pontos da cidade.

Valeu!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s