Lugares especiais de Buenos Aires

Bem próximo a pontos turísticos tradicionais da minha querida Buenos Aires, cidade onde moro desde o início de 2017, existem lugares especiais que fogem do óbvio e que, muitas vezes, passam despercebidos pelos turistas e por aqueles que passeiam pelos seus bairros.

No meu primeiro post como parceira do Fuja, quero compartilhar com vocês três destes lugares que eu tanto gosto e que eu recomendo muito a visita!

1. Casa Mínima

Turisticamente, o bairro de San Telmo é muito conhecido pela sua feira de artesanatos aos domingos, na Rua Defensa; pelo seu típico e remodelado Mercado; e pelo famoso banquinho da personagem Mafalda.

Porém, bem perto de todos estes atrativos que já fazem parte de uma clássica visita a San Telmo, fica uma das construções mais curiosas e enigmáticas da cidade: a Casa Mínima!

undefined

Ela é, oficialmente, a casa mais estreita de Buenos Aires com, tão somente, 2,30m de largura, e sobre cuja história rodeiam várias versões.

Segundo a lenda urbana do bairro de San Telmo, no século XIX, em decorrência da abolição da escravatura, os senhores de engenho cediam aos escravos libertos um pequeno pedaço de terra para construírem suas casas, sendo a Casa Mínima um exemplo disso.

Esta história nunca foi confirmada, mas fato é que no início de 2019 ela foi restaurada e aberta ao público para visitas guiadas, e esta lenda ainda é contada pelo próprio guia.  

Eu recomendo muito uma passadinha por lá, pois além da casa ser uma fofura por fora e por dentro, é um passeio muito interessante e que foge do óbvio!

Endereço:
San Lorenzo, 380 – San Telmo – Buenos Aires

Visitas guiadas:
Sextas-feiras, 15h
Domingos, 11h às 17h

Preço:
$200 pesos argentinos

2. ‘Pasaje del Correo’

Nos meus primeiros dias morando em Buenos Aires, caminhando sem pretensão pelo charmoso bairro da Recoleta, e a poucos quarteirões de seu famoso cemitério, um clássico ponto turístico da cidade, me deparei com um beco escondido que me chamou bastante a atenção, e que por aqui é conhecido como ‘Pasaje del Correo’.

Resolvi entrar e fui surpreendida por um lugar tranquilo, agradável e com uma bela construção, que conserva sua arquitetura original de 1920, e que ao longo dos anos deixou de ser para uso residencial e foi se transformando em uma pequena área comercial para atender as necessidades dos moradores do bairro.

undefined

Neste beco, há mais de 25 anos se instalaram duas escolas tradicionais de dança e de teatro, alguns ateliês de arte, lojas de roupa, entre outros comércios. Mais tarde, eu fui saber que o nome ‘Pasaje del Correo’ se deu porque ali funcionou uma antiga loja dos Correios que dava acesso direto para a rua. 

Eu diria que a melhor forma de aproveitar esse charmoso beco é sentar para tomar um cafezinho ou almoçar em algum dos seus restaurantes, sendo os meus preferidos o Aramburu Bis (para aqueles que apreciam um cardápio mais sofisticado) ou o La Esperanza de los Ascurra (um típico “bodegón” argentino para quem gosta de comer com abundância).

Bis Aramburu
Bis Aramburu
La Esperanza de los Ascurra
La Esperanza de los Ascurra

Endereço:
Vicente López, 1661 – Recoleta – Buenos Aires

3. Museu de Arte Decorativa

Paris em Buenos Aires? Na minha opinião, o Museu de Arte Decorativa é um dos edifícios mais bonitos da cidade e considero uma joia que muitos turistas passam na porta sem se dar conta do que estão deixando para trás.

A começar pela sua localização, na imponente e lindíssima Av. Del Libertador, uma avenida que, inclusive, dá acesso a inúmeras outras atrações turísticas tão conhecidas como o Planetário, o Jardim Japonês e o maravilhoso e imperdível Rosedal.

Desde a porta de entrada, o edifício (Palacio Errázuriz Alvear) com estilo neoclássico francês, construído em 1911, se impõe entre plantas e caminhos de pedra, e na parte de trás nos surpreende com seu lindo e geométrico jardim.

O museu é dedicado a coleções de esculturas, pinturas, armas, cerâmicas, mobiliários, miniaturas e muito mais, fundamentalmente europeias e orientais, dos séculos XVI ao XX, além das exposições temporárias, visitas guiadas e atividades culturais variadas.

Sem dúvida alguma, é mais um lindo e agradável passeio para fugir do óbvio!

Endereço:
Av. Del Libertador, 1902 – Recoleta – Buenos Aires

Horário de funcionamento:
Terça a domingo, 12h30 às 19h

Entrada gratuita.

Quer acompanhar as minhas experiências e ficar por dentro de todas as opções para tornar suas viagens ainda mais especiais? Siga @nataschajonov no Instagram!

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s